Pessoas HCT

há 50 anos a elevar o nome d’Aldeia

Agora que está tudo mais calmo e descansado em relação à viagem e ao jogo Forte dei Marmi x HCT, gostava de partilhar algo muito bonito que aconteceu antes e depois do jogo. Porque durante o jogo todos presenciaram.

O nosso Clube deixou uma imagem muito bonita em terras alemãs e italianas.

Antes do jogo de sábado começar, fomos encaminhados para uma determinada zona do pavilhão, por motivos de segurança e de prevenção. O presidente do Forte dirigiu-se a nós e pediu desculpas pelo que estava a acontecer mas que eram ordens da polícia. Não nos preocupamos porque estávamos ali para apoiar os nossos miúdos fosse em que lugar fosse. Depois, dirigiu-se aos adeptos da claque da casa e disse-lhes que podiam festejar o que quisessem mas não queria insultos à nossa equipa (HCT), porque quando vieram jogar ao nosso pavilhão tinham sido muito bem recebidos.

O jogo decorreu com normalidade entre duas equipas fortes e ansiosas, com festejos da parte do Forte, onde se via a pairar um cachecol do HCT que um adepto italiano fazia questão de levantar, mas também com 3 golinhos nossos .

No final do jogo as equipas despediram-se e agradeceram aos adeptos num ambiente muito bonito.

Entretanto, quando todos os jogadores saíram do rinque, os adeptos do Forte cantaram um cântico acompanhado por palmas dirigido a nós, que retribuímos levantando os nossos cachecóis e agradecendo. Depois, entraram em campo e vieram ter connosco para fazer a troca de cachecóis e para nos dizer que nós HCT, estávamos no coração deles, e agradeceram-nos, um a um.

Esta é a imagem que fica nesta passagem Europeia dos nossos miúdos: independentemente do resultado, a postura e o fair play transmitidos foram enormes.
Obrigada miúdos pelas alegrias que nos dão «na vitória ou na derrota» estaremos sempre presentes.

Agora é continuar a apoiar esta brilhante equipa, jogo após jogo, como eles merecem.

Saudações desportivas.

por Sónia V.

Forte-HCT

“O HCT é favorito!”

Fez todo o percurso no HC Turquel até atingir o escalão de seniores onde ainda assistiu, viveu e sentiu o regresso dos BdQ ao pavilhão, as enchentes, a cumplicidade entre os que estão nas bancadas e os que estão em rinque. Em 2010 rumou à Alemanha, onde permaneceu por 2 épocas e se sagrou Campeão Nacional, tendo ainda participado nas competições europeias.

Em vésperas do confronto entre o HC Turquel e os alemães do Darmstadt, recuperámos a memória, e fomos ter com quem nos conhece bem e quem de nós melhor conhece o hóquei em patins alemão, Luís Coelho, para uma pequena antevisão desta eliminatória da Taça CERS.

DSC_1227BdQ|Aldeia – Luís, sendo tu um BdQ de formação e coração, e tendo passado pelo hóquei alemão, como antevês esta partida?

Luís Coelho – Sem dúvida, BdQ de formação e coração. Sou da “escola HCT” e tendo passado também pelo hóquei alemão consigo identificar facilmente algumas diferenças. A minha previsão é de um jogo em que o HCT vai assumir a posse de bola e vai controlar as operações. Porém as equipas alemãs são organizadas e persistentes. Dificilmente vão dar o jogo por perdido até ao fim. O contra-ataque é uma das suas armas fortes. Talvez seja cliché repetir que o hóquei alemão já não é o que era há 20 anos, remates de meia-distância o jogo todo, mas de facto esta é a verdade. O hóquei alemão mudou muito e neste momento as equipas são desenvolvidas técnica e tacticamente. Resumidamente, estou seguro que o jogo vai ser dominado pelo HCT, mas com o Darmstadt sempre perigoso e a responder com as armas possíveis.

BdQ|Aldeia – Na tua opinião qual a equipa que parte favorita à passagem da eliminatória?

Luís Coelho – O HCT é favorito! Por todos os motivos: melhores como equipa, melhores individualmente, melhores fisicamente e por fim é importante ressalvar que o jogo do HCT em casa será com o ambiente que já conhecemos e irá ajudar enormemente a equipa. A “desculpa” da falta de experiência nas competições europeias não se aplica porque o Darmstadt também não é uma equipa de presença muito regular nestas provas. Ou seja, tudo a acontecer sem coisas extraordinárias à mistura, o HCT passará à próxima eliminatória.

BdQ|Aldeia – O que dirias aos teus colegas turquelenses sobre esta equipa alemã?

Luís Coelho – No fundo diria o que já lhes disse: sejam competentes, joguem como sabem e desfrutem desses belos momentos de hóquei em patins. Se assim o fizerem, estou seguro que ainda vão apanhar muitos aviões para disputar jogos das eliminatórias da Taça CERS.

Ao Luís, obrigado pela disponibilidade, colaboração e confiança. Nas bancadas, vamos vencer. No rinque, esperamos concretizar o teu prognóstico!

Sábado, às 21h, na nossa casa, HC Turquel x Darmstadt, não faltes!

do Luso para Alcobendas: parabéns Pedro!

Pedro Batista foi o representante dos BdQ nos 13 chamados para o início dos trabalhos de preparação da selecção sub-17 que aconteceu no Luso esta semana e ontem foi, de acordo com a Plurisports, divulgada a lista dos 10 finais que voltam ao Luso e em Setembro viajam para Alcobendas – Madrid – para discutir o título de Campeão Europeu!

O Pedro conseguiu e é um 10 ursinhos a caminho de Espanha. Parabéns Pedro!

600451_10200471351880042_384177766_n

Foto: Carmo Honório Santos

Se estás tão orgulhoso deste Bruto-dos-Queixos como nós, deixa os parabéns ao Pedro nos comentários!

Orgulhosamente BdQ!

mais um no Luso: Edu!

depois da desilusão de não jogar a final 4 do Campeonato Nacional de Juniores, Edu vê o trabalho recompensado com a presença nos doze seleccionados por Luís Duarte para começar a preparação do Mundial de Sub-20 (a realizar na Colômbia).

já o Francisco Gavancho no Cartão Azul, em Abril, tinha deixado o elogio

Eduardo na baliza com uma exibição do melhor que já vi (a merecer uma observação cuidada do seleccionador nacional de sub-20 Prof. Luís Duarte)

e apesar de ausente da final 4, o Nelson nas declarações em que elogiou toda a equipa voltou a referir que o Edu

é sem duvida o melhor guarda redes português da atualidade

e agora mais uma oportunidade de mostrar ao seleccionador nacional o que nós, n’Aldeia, já sabemos.

parabéns à formação d’Aldeia. parabéns e toda a sorte ao Edu.

Foto: Carmo Honório Santos

Foto: Carmo Honório Santos

 

Pedro Batista nos 13 a caminho do Luso

dos três atletas do HC Turquel chamados em Abril à Selecção Nacional de Sub-17, Pedro Batista resiste e representa os BdQ na lista dos treze chamados pelo seleccionador nacional para preparar o Europeu de Sub-17 (a realizar em Alcobendas, Madrid, de 1 a 8 de Setembro).

parabéns à formação d’Aldeia e ao Pedro.

600451_10200471351880042_384177766_n

Foto: Carmo Honório Santos

“ainda mal abria os olhos, já eram para te ver”

o HC Turquel faz anos hoje e foram muitos os que deram os parabéns ao nosso Clube. mas confesso que de todas as formas de parabéns que vi passar no meu facebook, houve uma que me chamou à atenção.

Daniel Santos, ex-atleta do Clube, BdQ, treinador nos escalões de formação e d’Aldeia, deu os parabéns ao Clube com Menino, dos Quinta do Bill.

Daniel_Felix

cinco segundos depois de ler o nome da música já eu a trauteava na minha cabeça. não resisti e carreguei no play para a ouvir. e depois das primeiras palavras fez todo o sentido. porque qualquer criança que nasça em Turquel, nasce com três certezas:

  1. Vai ser Bruto-dos-Queixos.
  2. Vai ser d’Aldeia.
  3. Vai ser do HC Turquel.

Deixo-vos com o mesmo vídeo que o Daniel partilhou e digam ali nos comentários se vos fez tanto sentido a vós, como a mim.

Somos BdQ. Somos d’Aldeia!

é um BdQ. é d’Aldeia.

«Fiquei e serei sempre Turquel, continuo lisboa mas desejo tanto ao clube como qualquer Turquelense de nascença.» foi assim que o Diogo terminou a mensagem de despedida d’Aldeia na mensagem que publicou no seu facebook.

disse-o quando soube da contratação do Diogo “já temos quem saque os pénaltis, agora falta quem os marque”, porque para mim era isso que o Diogo era, um miúdo chato que passava a vida a atirar-se na área (daqueles que eu sabia ia ralhar o jogo todo).

hoje, e apesar de mais ausente que presente, a minha opinião mudou consideravelmente. vi um miúdo humilde, com uma adaptação à Aldeia como há muito não via (talvez há 10 anos).

um miúdo que adoptou a Aldeia como sua, que em cada BdQ conquistou um amigo.

estas decisões fazem parte da vida e do desporto, mas quem, como o Diogo, está em Turquel, ficará sempre um de nós.

o Diogo diz que será sempre Turquel. e eu digo que o Diogo…

é um BdQ. é d’Aldeia.