fora de rinque

São só mais três pontos. Mas são nossos!

Sim, são só mais 3 pontos.

Mas são 3 pontos conquistados com uma exibição notável, frente a uma das melhores equipas do campeonato.

São 3 pontos conquistados com um apoio ensurdecedor nas bancadas, que está a despertar com o hóquei que os miúdos jogam.

12736948_968534666564830_1644362887_o

São 3 pontos conquistados em festa! Dentro e fora do rinque.

E sabem que mais? Nós não ganhamos títulos, nós não somos candidatos a vencer competições. Nós somos candidatos a vencer jogos. E é isso que fazemos!

E festejamos. Sempre. Cortes de bola, defesas, golos e vitórias!

12596930_968543916563905_88152460_o

Porra, até derrotas nós já festejámos, queriam o quê?

Festejaremos e celebraremos sempre o que se passou ontem! Até apitarem para o próximo jogo, é o que aconteceu ontem que celebramos.

E sábado, contem connosco. Outra vez. Porque em Oliveira de Azemeis ou desde a Aldeia, voltaremos a apoiar, a festejar e a chorar, se tiver que ser!

Não estamos a “embandeirar em arco”, estamos a viver o hóquei da única forma que sabemos: a celebrar o jogo e os nossos, de forma apaixonada.

Sim, são só mais 3 pontos. Mas são nossos!

Não nos moam.


[Último minuto de loucos na bancada]

Fotografias: Hélder Matias / Vídeo: Samuel Santos

Obrigada Portugal

A semana ficou registada por rotinas diárias: por volta das 20h/21h, telefone carregado, aplicação de mensagens ligada e toda a gente online no grupo do Europeu de Sub-20.

D’Aldeia iam chegando as mensagens e nós, em Espanha, em Angola ou na Guiné-Bissau, íamos acompanhando e vibrando com cada defesa, com cada golo, com cada vitória: Portugal jogava a conquista do 4º título consecutivo Europeu de Sub-20 de Hóquei em Patins.

Clique aqui para ler o artigo completo.

14987_781327441933937_5193321753669637859_n.jpg

 Ps: faz hoje um ano que foram Campeões do Mundo de sub-20. Parabéns x2!

“Ninguém gosta de hóquei em patins…” dizem eles,
“Gosto eu” respondo com o orgulho de quem faz parte da modalidade.

Originalmente publicado n’O Meu Mundo da Bola

Hoje vou à piscina…

Há cerca de dois meses que não vou à piscina, hoje está tudo bem encaminhado, meia final da Liga dos Campeões: Real Madrid recebe Bayern de Munique e o jogo termina 15 minutos antes de eu entrar na piscina. Optimização e rentabilização de tempo.

Chego ao Carlucci Café, “pontualmente atrasado”, o Real já ganha, peço a Mini Preta da praxe, negoceio o preço, mas as de 14 cêntimos já acabaram, o jogo vai decorrendo animado, o que é fácil depois do Atlético vs Chelsea de ontem. Assim que chegar o intervalo vou a casa buscar o saco da piscina para quando acabar o jogo arrancar logo.

Entretanto o “Carlucci” vai-se compondo, afinal o jogo dá em canal aberto e o pessoal que jantou em casa vem agora tomar café.

Espera! Mas este pessoal do BdQ nem é muito ligado a futebóis? Bebem do hóquei, o que um comum mortal como eu, procura numa meia final da Champions.

Carago! Tenho de ir à Piscina…

E acabo de perceber, porque estão aqui, hoje é dia de Taça de Portugal em hóquei Patins e os Miúdos d’Aldeia vão ao Infante de Sagres. E depois? “Isso é um jogo fácil, para ganhar por 10” e “eu quero ver o jogo da Champions, com as duas melhores equipas do mundo” e além disso “Tenho de ir à Piscina…”

10259840_616600851764128_8773346095736605362_n

Rapidamente percebi que aquela gentinha toda ali sentada, que ainda há pouco torcia entusiasticamente pelo Cristiano Ronaldo pouco queriam saber da bola.

O HCT vai jogar daqui a segundos… Bolas! … Dá para ver a primeira parte, devemos estar a ganhar por uns 4 ou 5 e posso ir descansado para a Piscina…

A TVI dá lugar à HCT Tv no ecrã, a luz desce e o ambiente torna-se romântico… ou melhor… apaixonante…

Somos de facto melhores e a meio da primeira parte, estamos a ganhar por 1 golo.

Pessoalmente, preciso de mais 3 ou 4, até ao intervalo, para poder ir à piscina. Bolas! Eu não percebo muito disto mas não estou a gostar do jogo, deste jogo. (Real e Bayern continuam no 1-0). Eu tenho de ir à piscina e chegamos ao intervalo a perder 2-1…

Não há hipótese… Já não vou à piscina…

De qualquer maneira sei que o Infante vai quebrar e facilmente viramos o resultado. Início da segunda parte, “uma Mini Preta”, e golo do Infante… Mau! Estamos muito faltosos, ou pelo menos, temos muitas faltas marcadas contra nós.

3-2 na resposta, 7 minutos de equilíbrio e 3-3, tal como eu previa, o Infante começa a quebrar, convenço-me que começo a perceber de hóquei, que sei “ler o jogo”, até ao final ainda marcamos mais 3 ou 4, só, porque estamos em casa alheia e não é de bom tom massacrar o adversário, que conseguiu resistir ao nosso poderio até aos 8 minutos da segunda parte…

Mas o 3-4 não aparece, aparece o nervoso miudinho, aparece uma grande penalidade falhada, aparece a nossa 15º falta (o adversário poupado ainda nem a 10ª atingiu, mas também não aproveita). O tempo passa e o nervoso deixa de ser miudinho e começam as recordações tristes, onde resignadamente se procura o reconforto “Já o ano passado foi assim”… Eu não me conformo, se não fui a piscina, quero uma vitória.

Finalmente a 5 minutos do fim o golo, está feita a “remontada”, coisa que o Bayern não conseguiu em Madrid. Agora é deixar correr normalmente.

Cartão Azul, Livre Directo e Golo? Mas eu ainda não tinha acabado de saborear o golo e já estou a sofrer outra vez…

Há quem não sofra, não tem tempo, está ocupado a montar as crucificações. Tiraram-nos o guarda-redes, mas temos outro e este também defende grande penalidades, mas também sofre golos e com este golo já estamos a perder, já perdemos, já fomos, eliminados, as cruzes estão já ao alto, as caixas de pregos estão a ser abertas! Ainda há tempo para uma grande penalidade a nosso favor, e este é tão jeitoso para crucificar. Mas não! Os Miúdos marcam, fogem da cruz, empatam a 50 segundos do fim e vão para prolongamento.

Mas alguma vez existiu a hipótese de eu ir à piscina?

Começa o prolongamento, o golo tem de ser de ouro e tem de ser nosso. E é, logo aos 4 minutos, que não se pode sofrer mais e há cruzes para desmontar.

Se eu vou à piscina? Marquei para 21 de maio.

por FilipePS

há 50 anos a elevar o nome d’Aldeia

Agora que está tudo mais calmo e descansado em relação à viagem e ao jogo Forte dei Marmi x HCT, gostava de partilhar algo muito bonito que aconteceu antes e depois do jogo. Porque durante o jogo todos presenciaram.

O nosso Clube deixou uma imagem muito bonita em terras alemãs e italianas.

Antes do jogo de sábado começar, fomos encaminhados para uma determinada zona do pavilhão, por motivos de segurança e de prevenção. O presidente do Forte dirigiu-se a nós e pediu desculpas pelo que estava a acontecer mas que eram ordens da polícia. Não nos preocupamos porque estávamos ali para apoiar os nossos miúdos fosse em que lugar fosse. Depois, dirigiu-se aos adeptos da claque da casa e disse-lhes que podiam festejar o que quisessem mas não queria insultos à nossa equipa (HCT), porque quando vieram jogar ao nosso pavilhão tinham sido muito bem recebidos.

O jogo decorreu com normalidade entre duas equipas fortes e ansiosas, com festejos da parte do Forte, onde se via a pairar um cachecol do HCT que um adepto italiano fazia questão de levantar, mas também com 3 golinhos nossos .

No final do jogo as equipas despediram-se e agradeceram aos adeptos num ambiente muito bonito.

Entretanto, quando todos os jogadores saíram do rinque, os adeptos do Forte cantaram um cântico acompanhado por palmas dirigido a nós, que retribuímos levantando os nossos cachecóis e agradecendo. Depois, entraram em campo e vieram ter connosco para fazer a troca de cachecóis e para nos dizer que nós HCT, estávamos no coração deles, e agradeceram-nos, um a um.

Esta é a imagem que fica nesta passagem Europeia dos nossos miúdos: independentemente do resultado, a postura e o fair play transmitidos foram enormes.
Obrigada miúdos pelas alegrias que nos dão «na vitória ou na derrota» estaremos sempre presentes.

Agora é continuar a apoiar esta brilhante equipa, jogo após jogo, como eles merecem.

Saudações desportivas.

por Sónia V.

Forte-HCT

Somos BdQ. Somos d’Aldeia!

o jornal A Bola, na edição de hoje, dá-nos destaque de uma página e diz a todo o mundo que hoje é dia de festa n’Aldeia (podem ver aqui). e têm razão. depois da festa de sábado, hoje há mais festa nas ruas d’Aldeia, no pavilhão, nas bancadas, no rinque!

hoje todas as conversas e caminhos são sobre os nossos miúdos.

o desafio fica lançado: somos Brutos-dos-Queixos e hoje vamos fazer a festa também no facebook e mostrar que somos, orgulhosamente, BdQ, que somos d’Aldeia.

Vamos usar esta foto como foto de perfil?

248082_446439842113564_406167807_n

alguém arrisca prognósticos?

o calendário dos nossos sábados está definido, mais ajuste menos ajuste, será o que saiu ontem do sorteio da FPP.

mas todos sabemos que o objectivo dos nossos miúdos não é apenas cumprir calendário, nem é esse o nosso objectivo nas bancadas (ou em frente a um computador, como é o meu caso) que queremos festejar também, queremos vitórias.

e hoje, numa das muitas conversas remotas que mantenho com as pessoas d’Aldeia, foi assim:

aposta_1

aposta_2(por favor, ignorem os erros de digitação, é na e não ma :))

e lembrei-me de partilhar convosco esta aposta (sem recompensa definida, ainda).

fica o desafio, digam-nos se acham que este é um prognóstico certeiro.

e já agora, candidatos a fazer as contas todas e responderem à pergunta que faço: 43 a 49 pontos chegam para os 10 primeiros? se souberem, deixem nos comentários.

somos BdQ. somos d’Aldeia!

vamos aos factos

reconheço, como princípio de liberdade, que todos têm direito à crítica, ao elogio e à opinião pessoal. e que todos podem, e devem, usar qualquer uma destas ferramentas para se manifestarem, em resultado da análise que fazem de diferentes assuntos.

mas vamos por partes: discutir as opções dos seleccionadores nacionais é normalmente a primeira reacção de todos nós. e todos nós o fazemos, normalmente para defender os nossos ou aqueles que admiramos.

pessoalmente, não conheço os novos talentos para discutir os pré-seleccionados das selecções mais jovens de hóquei em patins. mas conheço os miúdos d’Aldeia que foram chamados e reconheço neles a competência, o talento, a capacidade de trabalho e a dedicação que fazem com que não me surpreenda com a sua inclusão nas convocatórias.

foi por isso com alguma surpresa que hoje li

Caricato no mínimo é a ausência de Rodolfo Sobral e as escolhas de dois suplentes. O suplente do SL Benfica e o também suplente do HC Turquel, equipa que terminou na quarta posição na final four de juniores.

não tenho informação para contrariar ou comparar o talento dos três atletas mencionados. nem quero. vi (aos soluços, a verdade é que ouvi mais do que vi) o jogo HC Turquel x HC Braga pela AP Lisboa Tv e ouvi, inclusive da parte de amigos e adeptos d’Aldeia, rasgados elogios ao guarda-redes do Braga. sobre o atleta do Benfica, nem o nome conhecia (sim, a minha ignorância nos dias de hoje é elevadíssima).

contudo, o uso das três ferramentas que enumerei no início deste texto deve ser feito com base em factos. e estes necessitam, manifestamente, de ser clarificados, não em defesa da convocatória mas sim em defesa do enorme trabalho realizado esta época:

  1. o Edu não é o guarda-redes suplente do HC Turquel, esteve no banco na final 4 devido a lesão;
  2. o Edu defendeu a baliza do HC Turquel ao longo do campeonato, de forma continuada;
  3. o Edu fez um trabalho enorme ao longo da 1ª e 2ª fase do campeonato nacional na baliza do HC Turquel.

esclarecidos os factos, que era o único objectivo deste texto, resta-me reforçar o que disse ontem:

Parabéns miúdo, é mais do que merecido!

Foto: Carmo Honório Santos

Foto: Carmo Honório Santos

confusões na cister fm

a rádio cister dá conta da apresentação do plantel do HCT com uma notícia no dia 5.Julho com o título “APRESENTADA A EQUIPA SÉNIOR DO H.C.TURQUEL PARA A ÉPOCA 2013/14“.

portanto, pensei eu, a notícia era um eco da apresentação do HC Turquel que decorreu no dia anterior, 4 de Julho e comecei a ler.

estranhei logo quando no final do primeiro parágrafo me deparei com

para o início dos trabalhos, que se encontra marcado para o início de Setembro (dia a definir).

até porque foi anunciado que os trabalhos iniciarão a 6 de Setembro. mas continuei. e o artigo continuava a falar no passado

Ás 20:30h, as portas abriram-se à Comunicação Social

até que me deparei com o seguinte no meio do artigo

e que serão apresentados no próximo dia 4

ora bem, a notícia é do dia 5 de Julho e anuncia que foi apresentada a equipa para 2013/14 e depois diz que serão apresentados no dia 4 de Julho os jogadores?

fiquei confusa. felizmente tanto aqui como em vários outros sitios online (Plurisports, Desporto Leiria) é possível clarificar e fica provado que nem sempre os mais profissionais fazem um melhor trabalho.

é um BdQ. é d’Aldeia.

«Fiquei e serei sempre Turquel, continuo lisboa mas desejo tanto ao clube como qualquer Turquelense de nascença.» foi assim que o Diogo terminou a mensagem de despedida d’Aldeia na mensagem que publicou no seu facebook.

disse-o quando soube da contratação do Diogo “já temos quem saque os pénaltis, agora falta quem os marque”, porque para mim era isso que o Diogo era, um miúdo chato que passava a vida a atirar-se na área (daqueles que eu sabia ia ralhar o jogo todo).

hoje, e apesar de mais ausente que presente, a minha opinião mudou consideravelmente. vi um miúdo humilde, com uma adaptação à Aldeia como há muito não via (talvez há 10 anos).

um miúdo que adoptou a Aldeia como sua, que em cada BdQ conquistou um amigo.

estas decisões fazem parte da vida e do desporto, mas quem, como o Diogo, está em Turquel, ficará sempre um de nós.

o Diogo diz que será sempre Turquel. e eu digo que o Diogo…

é um BdQ. é d’Aldeia.

A Festa d’Aldeia

16h no café d’Aldeia fazem-se contas a quem precisa de pontuar para não descer de divisão. O aperitivo da tarde é a F4 Europeia na tv, ou não estivesse a jogar um dos da Aldeia. Aqui respira-se sempre hóquei.

IMG_0977_instant

No largo, a festa está quase pronta. Preparam-se os petiscos, ultima-se a decoração, testa-se o som. Fala-se das Femininas e do jogo maior. O Cambra traz um autocarro. “Souberam que havia festa”, ouve-se entre risos.

IMG_0982_instant  IMG_0984_instant

O sentimento é de alegria mas já de alguma saudade. Acabam-se os jogos do escalão maior em casa mas ainda há miúdos para apoiar nos caminhos que levam às Final 4.

Alguns dos miúdos que jogam mais logo vêm até ao café descontrair. “É desta que vais jogar alguma coisa de jeito?” brinca-se em tom de provocação. É assim a proximidade dos BdQ.

IMG_0978_instantAs miúdas já jogam e a bancada esta composta. A vitória é nossa o que deixa os espíritos ainda mais animados.

IMG_0987_instant

18h e o movimento à volta do pavilhão é impressionante. Come-se, bebe-se, compram-se bilhetes. As crianças não foram esquecidas e há brincadeiras só para elas. É o frenesim da festa d’Aldeia em comunhão com o hóquei.

19h e começa o jogo. As bancadas cheias, em festa. As claques dão o ritmo, o pavilhão responde e os miúdos despedem-se do palco dos sonhos com mais uma vitória. Recebem uma rosa, um agradecimento, um mostrar que são o nosso orgulho.

IMG_1017_instant IMG_1019_instant

IMG_0979_instant

21h Agora é tempo de continuar com a festa, cá fora. A musica toca, dança-se e convive-se. Somo os BdQ, juntos, em comunhão, porque é assim a festa d’Aldeia e o orgulho que nos move.

IMG_1034_instant IMG_1042_instant

IMG_1082_instant